PT
242 Scarecrow 2006 (1)

Notícias

“Paula Rego e os Seus Contemporâneos” em Londres: open call para artistas portugueses

24 mar · 10h00

Pormenor da obra 'Scarecrow' de Paula Rego © Scarecrow, 2006, Paula Rego

Para celebrar a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, a Embaixada de Portugal em Londres abriu um concurso destinado a artistas portugueses residentes no Reino Unido, para integrarem a exposição “Paula Rego e os Seus Contemporâneos”. A mostra estará patente na galeria de arte 12 Star, na Casa Europa, na capital britânica.

 

A iniciativa, que conta com o apoio do Instituto Camões, visa selecionar dois artistas emergentes portugueses para produzirem obras em resposta aos desafios que a Europa enfrenta no século XXI:

  • A transição digital e o seu impacto nas artes visuais, bem como no mundo
  • O desenvolvimento de uma Europa social, com especial destaque para o papel da UE nas relações globais

 

As obras selecionadas vão ser exibidas juntamente com 11 gravuras da artista Paula Rego, sendo intento da curadora, Mara Alves, que esta exposição leve o espectador a olhar para o passado numa perspetiva evolutiva, ao mesmo tempo que estabelece um diálogo com os artistas escolhidos.

“La Mano Muerta”

Como parte desta mostra, será exibida publicamente, pela primeira vez, uma gravura inédita de Paula Rego, subordinada ao tema “Liberdade de Expressão”. Intitulada “La Mano Muerta”, a chapa foi feita em 1962, no estúdio da artista em Londres, e nunca foi exposta. Foi o seu filho que a encontrou, na casa dos avós, no Estoril, no final de 2020, e que a levou para ser restaurada no Reino Unido.

La Mano Muerta C1962 64

La Mano Muerta 1962/64
Etching
Image: 19.5 x 29.5 cm
Paper: 38 x 47 cm
Published by the artist in 2020 from a plate drawn in 1962/64 in an edition of 50.
Courtesy Paula Rego and Cristea Roberts Gallery, London ©️ Paula Rego

Nick Willing conta, numa entrevista ao jornal “Expresso”, que o “desaparecimento” da gravura foi deliberado: tratando-se de uma crítica à censura, Paula Rego receava que fosse apreendida. Depois de escondida, acabou esquecida.

“ O objetivo do projeto é a realização de uma exposição destinada a promover à escala global os artistas portugueses no Reino Unido, respondendo aos desafios que a Europa enfrenta no século XXI. Além disso, este projeto pretende promover a produção visual dos artistas, oferecendo um vislumbre da ‘alma portuguesa’ na sua expressão contemporânea e na sua reação às questões sociais a nível global. ”

Mara Alves, curadora da exposição

“Ao considerar os seus fenómenos sociais e artísticos, Portugal surge como uma nação de cultura renovada: autêntica, poderosa e irreversivelmente globalizada, mas com as suas raízes criativas intocadas e compreendidas de forma única por cada artista envolvido nesta mostra. Dotados de impressionantes capacidades técnicas e criativas, e inspirados pelas suas adversidades temáticas, os artistas mantêm-se rigorosos na sua produção linguística, dispostos a transmitir o seu universo imaginário e sensíveis à dimensão expressiva dos seus contemporâneos”, afirma a curadora.

 

“Paula Rego e os Seus Contemporâneos” estará patente na galeria 12 Star, na Casa Europa, em Londres, de 1 de junho a 16 de julho de 2021.

 

As candidaturas decorrem até 15 de abril. As condições podem ser consultadas aqui.