PT
210503Psb 21

Notícias

É necessário “evitar nivelar por padrões mínimos” na aviação pós-COVID-19

Conferência “Aviation Days”

03 mai · 20h15

Pedro Nuno Santos, Ministro das Infraestruturas e da Habitação © Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia 2021 - Pedro Sá da Bandeira 

O Ministro das Infraestruturas e da Habitação afirma que a Presidência Portuguesa do Conselho da UE “apoia políticas que evitem nivelar por padrões mínimos” no setor da aviação, e convida todas as partes interessada e os Estados-Membros da UE a “unirem esforços para impedir este tipo de comportamento”.

 

Pedro Nuno Santos intervinha na Conferência “Aviation Day” – organizada pela Autoridade Nacional da Aviação Civil, no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da UE –, onde falou sobre os desafios que se colocam à aviação num mundo pós-pandemia de COVID-19.

 

O Ministro destacou ainda os desafios ecológicos que o setor enfrenta, garantindo que a TAP será uma das companhias aéreas “mais económicas e confortáveis”, encarando firmemente o desafio de se tornar “mais verde”.O mundo vive um momento que exige uma “ação crítica”, e os políticos e a comunidade devem estar “à altura do desafio”, disse Pedro Nuno Santos.

APS 0158

© Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia 2021 - António Pedro Santos/LUSA

Numa intervenção gravada, a Comissária Europeia para os Transportes, Adina Vălean, afirmou que o setor da aviação “atravessa a sua pior crise”, prevendo que a recuperação do tráfego aéreo só seja possível em 2025, ou até mais tarde. “Nos últimos anos, temos feito tudo para apoiar as companhias aéreas e os aeroportos, introduzindo flexibilidade nos pedidos de slots e no handling”, recordou a Comissária, acrescentando que há uma “grande esperança de que, à medida que a campanha de vacinação avança, e também com o certificado verde digital, o tráfego aéreo dê os primeiros passos em direção à recuperação”.

 

O Presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil, Luís Miguel Ribeiro, sublinhou que a recuperação do setor será “mais longa” do que se previa, sendo por isso necessário dar “segurança aos clientes” e continuar a “preparar respostas coordenadas e consistentes”.

 

A Conferência “Aviation Day” teve como objetivo contribuir para a adoção de medidas de recuperação do setor num contexto pós-pandemia de COVID-19, sob o lema da Presidência Portuguesa do Conselho da UE: “Tempo de agir: por uma recuperação justa, verde e digital”.